série viciante

Poucas coisas batem a sensação de se viciar numa nova série. Eu amo esse sentimento.
Semana passada, fiquei assim com a série nova da Netflix Gypsy. São 10 episódios só e a história é eletrizante. Foram quase 2 dias assistindo.

A protagonista da série é ninguém menos que Naomi Watts – maravilhosa!
A trama é sobre Jean Holloway, vivida pela atriz. Ela é uma terapeuta, casada e com uma filha pequena, que tem relações com pessoas próximas a seus pacientes, ultrapassando todos os limites éticos, para tentar viver uma vida livre, diferente da sua.

Jean Holloway é o estereótipo norte-americano da mãe dos subúrbios. A trama se passa em NY e ela mora à distância de um train ride. Várias cenas na Grand Central Station, mas mostra pouco de NY em si. Jean mora em uma casa dos sonhos, com um closet gigantesco, um marido bonito, advogado e bem-sucedido.

Usando esta outra personalidade – Diane Hart – ela se aproxima e começa a flertar com Sidney, uma barista que é a ex de um dos pacientes de Jean. Esta é basicamente a trama central que acompanha Naomi Watts durante todos os episódios.

A série é cheia de personagens clichês. Sim.
A série tem alguns furos no roteiro. Sim.

Mas a série te prende por 10 episódios na agonia de saber quando Jean será desmascarada ou se ela vai conseguir sair daquela enrascada.

Devo admitir, gente, que não acho que a Netflix estava se propondo fazer um masterpiece. E sim, uma série para passar bem o tempo! Por isso, sem grandes expectativas quando comecei a assistir, eu curti.

OBS: Amei a música de apresentação e a trilha sonora como um todo.

 

Author Description

Sem respostas para “série viciante”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos exigidos estão marcados com *


*