rotina alternada (em processo de)

Bom dia!
De uma semana para cá (leia o post da semana passada aqui!), as coisas evoluíram um pouquinho. Comecei a fazer pilates 2x na semana, estou motivada a voltar a fazer aeróbico no mínimo 3x na semana e estou tentando comer melhor.Hoje vai ser um relato quase que pessoal e motivador para mim mesmo de como tem sido esses últimos dias de alteração na rotina.

Não é fácil tomar a decisão de comer menos porcaria. Ainda mais na gravidez. Porque temos desejos dos mais diversos e muitas vezes eles envolvem besteira, doces, lanches gordos, etc. Mas quero realmente me desafiar e sigo tentando.

Pra quem não entendeu, a minha mudança não é pra virar vegana ou vegetariana. Não estou no momento ainda de me definir por rótulos. Estou tentando simplesmente fazer melhores escolhas quando como, que envolvam menos açúcar e mais frutas, menos refrigerante e mais água, menos carne e mais proteína vegetal.

Não é sobre ser fit. Na verdade, pela PRIMEIRA vez na minha vida não é sobre ser fit. Não estou fazendo dietas para cortar e reduzir peso. Estou tentando redescobrir meu corpo e meu paladar. Por mais saudável que já tenha sido, eu sempre tomei refrigerante, eu sempre comi muito doce e eu sempre amei pão.

Mas descobri que tudo isso tem feito muito mal pro meu corpo. Tem feito eu ter uma digestão super lenta. Me sentia na maior parte do tempo pesada e inchada e isso começou a me incomodar MUITO na gravidez.

Até agora, meus maiores desafios foram pessoais e com os outros. O meu noivo, apesar de se alimentar de uma forma completamente diferente, tem tentado entender e me ajudar. Algumas pessoas já me falaram que sou meio louca porque estou grávida e grávida precisa de proteína animal.

Na maior parte das vezes, as pessoas vão querer te convencer falando que proteína animal tem muito mais proteína do que em qualquer outro alimento, mas a verdade é que isso é falta de informação.

Existem MIL maneiras de se ter uma alimentação limpa e saudável sem proteína vegetal. Eu estou tentando também não comer ovo, leite e derivados. Simplesmente porque eles atrapalham minha digestão e me dão muitos gases.

Estou desde domingo sem tomar refrigerante. Já são 4 dias e estou orgulhosa porque nem vontade tenho sentido. Pode parecer pouco para algumas pessoas, mas pra mim é um avanço. Só parei de tomar refrigerante uma vez na vida e foi porque tive ulcera, mas sofri por meses. Acho que todo mundo sabe onde o calo aperta, então não julgue os outros porque as pessoas nem sempre conseguem fazer as mesmas escolhas que você.

Desde sábado, só comi carne na terça e passei mal. =(
Estou me sentindo ótima e estou com a digestão maravilhosa.

O fato de ter cortado pão e leite tem me ajudado a não ter tantos gases. Estou pensando em opções de café da manhã. Um dia foi tapioca, no outro banana com canela. Hoje foi banana com pasta de amendoim e chips de coco. Comprei leite de amêndoas também para fazer smoothies.

Falando com minha irmã esses dias sobre isso, eu comentei que não queria me rotular como nada nesse momento porque tenho medo de escorrer e comer algo fora do “combinado”. Ela falou que eu não deveria ter esse medo, pois estou fazendo porque eu quero, então não tem essa de escorrer.

Não estou aqui pra dar orgulho ou decepcionar ninguém. Só a mim mesma.
E uma das coisas que aprendi com a gravidez é ter compaixão de mim. Sempre.

Eu estou me desafiando depois de quase 30 anos comendo tudo que eu queria, então sim, vão haver vezes em que comerei leite na massa de um pão, ovo, principalmente na rua, mas como eu disse é um processo gradual ao qual estou disposta.

O maior desafio para mim tem sido realmente achar opções do que comer na rua. Isso é complicado, ainda mais a noite, mas acho que esse aprendizado também faz parte do processo, né?

Uma coisa que aprendi também ao longo das dietas que fiz e das reeducações alimentares é que o sabor da comida é UNICO. Não tem necessidade de encher as coisas de alho e temperos. Eu quero é sentir o gosto da comida <3

Ontem fiz uma sopinha de milho do livro da Bela Gil e ficou deliciosa.
Vou passar a receita aqui.

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva extravirgem
  • 2 cebolas médias picadas
  • 2 colheres de chá de sal marinho
  • 4 espigas de milho frescas
  • 5 xícaras de chá de água
  • 1 colher (sopa) de suco de limão

OBS: A receita diz para colocar 5 dentes de alho picado, mas eu evito alho ao máximo porque não me faz bem. A receita ainda fala para colocar pimenta do reino e 1 talo de aipo. Eu segui ignorando os ingredientes que não fazia questão. Haha

Modo de preparo:

Aqueça o azeite em uma panela grande em fogo médio. Quando estiver bem quente, adicione cebola, (alho se vc gostar) e o sal e refogue por 3 minutos até ficarem macios. Retire os grãos da espiga de milho cortando na vertical de cima para baixo. Acrescente à panela os grãos de milho e o aipo (se você gostar) e mexa. Refogue por 5 minutos e em seguida junte a água e o suco de limão. Deixe ferver, reduza o fogo e cozinhe até o milho ficar amarelo brilhante. Cerca de 10 a 15 minutos. Quando o milho estiver cozido, retire da panela e coloque a sopa no liquidificador. Bata até que o creme esteja completamente liso. Recoloque a sopa na panela para mantê-la aquecida.

A receita original diz que rende até 8 porções, mas acho que depende da sua porção e fome, né? 😉

Author Description

Uma resposta to “rotina alternada (em processo de)”

  1. 13 de julho de 2017

    Laura Responder

    Amiga linda! Estamos juntas nessa eterna batalha, sem cobranças altas, sem medo dos “escorregões”! Não devemos satisfação a ninguém além de nós mesmas e nossas consciências levinhas. Também parei com refri que eu ADORO, mas finalmente me convenci que não me traz benefício algum além de um prazer passageiro e gera muitos danos pra minha saúde e boa forma. Parei tem pouco tempo também, é tenso lidar com a tentação, mas pretendo nunca mais beber. E que coincidência, também reduzi meu consumo de carne (não por completo, nem pretendo parar de vez), mas tenho buscado alternativas vegetarianas prioritariamente. Esse ranking foi ótimo pra me ajudar nas comprinhas de hortifruti. Saudades! Te amo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos exigidos estão marcados com *


*