o poder das palavras

Aprender a falar de sentimentos. Esse é meu novo desafio. Vocês podem estar pensando: “uai, como assim? Você sempre fala tão abertamente deles.” Mas não falo, gente. Quase ninguém fala. É sempre tãããão difícil. Não sei porque, mas é.

Eu tô tentando aprender que precisa ser uma coisa simples. Comece assim:

Como me sinto agora?

Parece molé, né? Agora fale isso para as pessoas que você precisa falar. O problema, normalmente, não é falar de sentimentos. E sim falar de sentimentos para quem a gente precisa falar. Já pararam para pensar nisso?

Reflitam. Quantas vezes você queria falar algo para alguém e não falou? Comigo acontece quase que diariamente.

Eu não falo quando estou triste, feliz, alegre, agradecida.
Mas é tão simples. Por que desse bloqueio?

Acho que quanto menos falamos de sentimentos, menos frágeis nos sentimos. Faz sentido, né?
Se eu exponho para o mundo ou para uma pessoa que me sinto triste ou sei lá apaixonada, isso me fragiliza diante dos outros e dela.

Chega a ser patético, né? Mas é constante.
Aí eu internalizo. Guardo. Deixo lá.

Para uma escorpiana, a paixão é difícil de esconder. Mas a raiva, a ansiedade, o incomodo, isso rola.
Claro que guardar nunca nunca faz bem. Por isso, aprender a falar é tão importante.

Retornei para a psicóloga tem alguns dias e a primeira coisa que ela me pediu foi para falar de sentimentos e manter um caderninho perto da cama. É esse aí da foto! <3

Parece uma coisa primária, mas acho que tem gente velhinha que nunca aprendeu. Eu tô tentando mudar isso!
Bom começo de semana. Que seja iluminada! 🙂

Author Description

Posts recentes

Sem respostas para “o poder das palavras”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos exigidos estão marcados com *


*