lovemojitos entrevista…

topo_queridinhos

A fotógrafa diva Luísa Dalé.

Site novo <3 www.luisadale.com
Site novo <3

Eu sou apaixonada pelo trabalho da Luísa, tanto que ela é responsável pelas fotos do blog. Relembre aqui!

Hoje com 25 anos, Luísa afirma que a fotografia na infância e adolescência era exercida quase no automático. Uma distração corriqueira.
A paixão e a fotografia como profissão vieram mais tarde. Luísa é formada em História pela Universidade de Brasília (UnB) e pós-graduada em Bens Culturais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Luísa sempre teve um gosto por pessoas. Acho que é isso que dá vida ao seu trabalho. Um olhar diferente para cada tipo de foto.

Gosto das coisas que acontecem assim por acaso.
E Luísa entrou na minha vida por acaso. Achei a conta dela um dia no Instagram e ela fez as fotos do blog. Fui com a cara dela imediatamente.
Hoje não consigo imaginar o Love Mojitos sem as suas fotos! E já já, tô planejando outro ensaio! o/

Instagram: @luisadale
1. Love Mojitos: Como surgiu a vontade de ser fotógrafa? 
Foi meio do nada na verdade. Nunca foi uma coisa que eu sempre quis ser ou sempre fotografei desde pequena, sabe? Um dia achei uma câmera analógica antiga nas minhas coisas e fui levá-la para consertar (fiz História né, adoro esses segredos das coisas mais antigas hehe), já tinha feito um curso de 1 mês de hobby só para aprender a mexer na minha Canon T3i nova e quando cheguei na loja de conserto, tinha um cara lá e perguntei pra ele se ele sabia de alguma escola que oferecia cursos intermediários de fotografia. Ele me sugeriu a EPA (Panamericana de Arte e Design em São Paulo). Fui lá, me matriculei. Chegou no primeiro dia de aula, quem era meu professor? O cara da loja! 
2. Love Mojitos: É engraçado porque normalmente essas paixões se desenvolvem na infância, né? Como isso foi desenvolvido?
Como disse ali em cima, nunca foi algo que eu pensava realmente em fazer profissionalmente. Mas sempre tive minhas próprias câmeras, desde que comecei a viajar com a escola na 5a série. Gostava de tirar fotos dos meus amigos. Pessoas sempre me intrigaram. Tive várias daquelas descartáveis, tive umas que podiam entrar na água…Todas analógicas, sou da última geração que ainda usava analógica no dia-a-dia. Quando surgiram as digitais, eu logo ganhei uma cybershot da Sony e por aí foi até minha primeira DSLR (Digital Sensor Lens Reflex), que foi a Canon T3i rebel.
3. Love Mojitos: Qual o lugar que você mais amou fotografar até hoje?
Hum, difícil dizer. Minhas fotos preferidas geralmente são feitas em cidade. Gosto muito das que fiz na época que morava em São Paulo, andava pela Av. Paulista e pelo Centro fotografando os prédios e as pessoas. Mas tenho um carinho enorme pelas fotos que fiz na viagem pela América do Sul com meu irmão, especialmente as do deserto do Atacama. Foi uma viagem muito linda.
4. Love Mojitos: E qual pessoa você mais gostou de fotografar?
Na verdade, ainda não consegui fotografar a pessoa que mais quero: minha mãe. Como é difícil fazer um retrato dela, acho que nossa proximidade é tanta que nunca sai do jeito que eu realmente a vejo, não sei. Gosto muito de fotografar pessoas bem próximas nos seus momentos mais introspectivos: meu irmão, meu pai, meu noivo, meu melhor amigo Fernando…Saem geralmente bem reais, espontâneas. Uma vez fotografei o diretor de cinema Heitor Dhalia e me lembro do nervosismo que senti antes dele chegar, como seriam as luzes, como EU o dirigiria…Foi tenso! Mas ele (diretor, né?), me ajudou a ficar tranquila e foi sugerindo atitudes diferentes, gostei bastante do resultado.
5. Love Mojitos: Se você pudesse escolher uma pessoa no mundo para fotografar, quem seria?

Minha mãe! Hehe. Mas se fosse pra escolher alguém famoso eu gostaria de fazer um retrato do Tarantino.
6. Love Mojitos: Como a fotografia virou profissão?
Fiz faculdade, pós, vários cursos de várias coisas (geralmente sempre relacionados à arte de alguma forma) e na verdade foi bem natural…Comecei a pedir para fotografar pessoas e eventos e o boca-a-boca foi rodando, comecei a fazer dinheiro com isso e hoje trabalho num estúdio de fotografia publicitária aqui em Brasília. Mas confesso que minha aspiração-mor é ser diretora de fotografia no cinema. Tenho estudado e feito alguns filmes curtinhos já 🙂
7. Love Mojitos: Me fale das suas inspirações e hobbies.
Minhas inspirações e meus hobbies são a mesma coisa: ir ao cinema, viajar, sair para fotografar à noite (gosto muito de fotos noturnas de paisagens também), ficar algumas horas na Livraria Cultura viajando nos livros de arte, cinema, fotografia, design, tatuagem…Gosto de ir a lugares diferentes, ainda que em Brasília, e encontrar pessoas diferentes – geminiana que sou. 
8. Love Mojitos: E pra fechar, se você pudesse sugerir um ensaio fotográfico para o LoveMojitos, qual seria?
 Eu de cara sugeriria algo bem minimalista, preto e branco…Mas love mojitos me passa uma sensação de refrescância, algo tropical, bem colorido, sem deixar de ser elegante.

Author Description

Sem respostas para “lovemojitos entrevista…”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos exigidos estão marcados com *


*