lovemojitos entrevista…

A minha mãe: Cristina Filizola.
Aproveitando que o Dia das Mães tá chegando, ela respondeu perguntas <3

A minha mãe é daquelas cancerianas legítimas. Muito amorosa e até meio grudenta. Sempre preocupada e até meio histérica. De quem será que puxei esse meu lado exagerado? Com ela, eu e minha irmã tivemos a melhor infância. Era a mãe mais legal de todas. A mais participativa e a mais coruja. Que sorte a minha!

1039718_10202244698273032_6690152238758825347_o

Love Mojitos: Qual é o meu apelido?
Tem vários, mas o principal é Pauleca. (OBS: ela me chama de Preta e meu pai me chama de Pingo)
Love Mojitos: Qual é a minha comida preferida?

Ahh, são várias. Você é comilona! Uma delas é bife à milanesa e bolinho de arroz.

Love Mojitos: Conte alguma coisa da minha infância que eu não lembro.
Uma vez quando você era criança e estava fazendo manha na cozinha, me pedindo alguma coisa. Aí eu falei “pode tirar o cavalinho da chuva”. Você foi até o jardim (OBS: morávamos no térreo e tinha um jardim) e disse : “mamãe, não tem nenhum cavalinho na chuva.”
Love Mojitos: Desde pequena, o que me deixa de mau humor?
Fácil. Calor e fome!
Love Mojitos: Como é a nossa relação?
Nossa relação é amorosa, amiga, cuidadosa e sempre houve muita cumplicidade e franqueza.
Love Mojitos: Vamos ver se ela me conhece bem! Quantos namorados já tive?
Namoros sérios (OBS: isso é relativo!) uns seis, uns mais duradouros que outros, mas sempre que você entra em uma relação é para dar certo e com muito “entusiasmo”. (Aqui certamente ela quis dizer que sou até intensa demais quando estou apaixonada!)
Love Mojitos: O que você mais gosta em mim?
Sua alegria, sua perseverança e coragem, seu jeito carinhoso, seu amor por mim, enfim você é uma filha querida demais.
PURO AMOR! <3

Author Description

Posts recentes

2 Respostas to “lovemojitos entrevista…”

  1. 29 de abril de 2016

    Laura Responder

    AI QUE AMOR, AMIGA! AMEI! <3

  2. 29 de abril de 2016

    ely Responder

    que legal Paula!!!Parabéns pela bela e engraçada entrevista

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos exigidos estão marcados com *


*