dias ruins acontecem. Bola para frente!

topo_fitness

Treinar é também aprender a lidar com a frustração.
Quando treinamos muito, temos dias bons e dias ruins. O corpo não consegue treinar bem todos os dias, o tempo todo. Às vezes, tenho semanas incríveis e às vezes semanas cagadas. Dias que nada encaixa, dói tudo.

Como todos vocês, sou normal. Não sou um robô! Têm dias que sim tenho preguiça, que não tenho saco, que tô de TPM, mau humor, gripada, cansada, desanimada, desmotivada, triste, etc. Isso TUDO me afeta. Minha pilha também acaba. 

E têm dias que tudo parece normal e você sai para treinar (correr) e não rola. Não flui.
É um sufoco. Nesses dias, eu fico triste real.

Nessas horas é importante, como sempre falo, saber até onde vai o mimimi e começa a dor.
Aconteceu isso essa semana. Tinha corrido maravilhosamente bem na semana passada. Tipo 55 km em 4 dias, sendo meu treino mais longo de 25km pela 1a vez.

Aí na terça o treino era leve, só 40 mins para soltar, e eu não sai dos 3 primeiros kms.
Parei, voltei para casa e tomei banho.

Nessas horas, você pensa: “PQP, por que diabos fui sair da cama hoje?”

maratona

Nesses dias, prefiro tentar de novo num outro horário. Quem sabe o corpo resolve cooperar?
Mas ô, se o corpo achar que não é dia dele, respeita. Nada pior do que forçar quando você tá vendo que não tá dando.

Eu falo isso para vocês e falo para mim sempre também. Sou mestre em insistir, mas têm dias que insistir não vai te fazer treinar bem e pode até levar a uma lesão.
Nesses dias, vale a pena parar e refletir.

Todos os treinos são aprendizados. TODOS.
Principalmente, os ruins. São nesses que aprendemos mais. Aprendemos a ler nosso corpo de forma mais clara e a respeitá-lo.

Author Description

Posts recentes

Sem respostas para “dias ruins acontecem. Bola para frente!”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos exigidos estão marcados com *


*