comece do zero

Olhei para ele e disse: “não sou suas outras experiências. Sou eu.”
Essa foi uma frase usada por mim. Falei desse jeito, com um contexto.

Imagino que o contexto vocês já entenderam, né?
Todo mundo tem um passado amoroso e é muito mais comum do que imaginamos projetarmos frustrações antigas nos nossos relacionamentos atuais.

Às vezes o cara não fala eu te amo, às vezes não consegue namorar, às vezes tem limitações na cama, às vezes mil coisas podem ter acontecido nas outras histórias que ele viveu e por conta disso, ele se coloca uma trava natural por medo. Pode ser que você esteja fazendo igualzinho.

Se liberte disso. Não é justo com ninguém.
Nenhuma pessoa é igual a outra. Cada um é formado por motivações, desejos e anseios diferentes.

Bobagem pensar que você vai conhecer alguém zerado. Quanto mais velhos ficamos, mais bagagem sentimental carregamos. Ou seja, filhos, gatos, cachorros, ex noivados, ex namorados, ex casamentos, ex peguetes e por aí vai. São todas essas histórias e experiências que vão te moldando e te ajudando a escolher quem sim, quem não e quem nunca.

Respeite o passado do seu presente. Assim como ele deve respeitar o seu. Todas as histórias têm o seu valor. Umas mais, outras menos.
No entanto, por mais difícil que seja de separar as coisas, a verdade é que não temos nada a ver com as histórias que as outras pessoas viveram no passado. Não posso responsabilizar ou até punir (sempre de forma quase inconsciente) os outros por traumas passados.

Sim, todos nós temos traumas. Nem sempre todas nossas relações foram traumáticas, mas os traumas existem. Os medos estão lá. Só esperando você dar uma brecha para ele te ganhar e falar: vai que acontece de novo, né?

Mas ó: nós amadurecemos!
A pessoa que você era há um mês não é a mesma de hoje. Estamos em constante evolução, portanto não podemos esperar que seremos os mesmos em relacionamentos diferentes ao longo da vida. O nosso ciclo comportamental sofreu mudanças e a pessoa que escolhemos normalmente é um reflexo disso.

Se você quer que dê certo, é preciso começar do zero. Folha em branco. Arquivo novo.
Você merece isso e a pessoa que está se relacionando com você também.

A bagagem emocional que você tem é sua. Só sua. Deixa guardado no campo das memórias. Que isso sirva como combustível para fazer diferente e melhor, mas não que afete seu presente e futuro.

Os erros do passado devem servir como aprendizado e nunca como freio.
Você tá calejado. Sofreu, amou, se frustrou. Eu também. Ainda assim, estamos dispostos a tentar.

Quando você assume uma nova relação, está assumindo também novos riscos. O belo é construir juntos o futuro!

 

Author Description

Sem respostas para “comece do zero”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos exigidos estão marcados com *


*