chile – parte 2

Olá, gente!
Desculpa que não semana passada não consegui fazer post aqui no blog. Ando numa correria sem fim.

Bom, eu já contei aqui sobre a minha viagem pro Chile de férias. O primeiro post foi sobre a ida pro Atacama. Para quem ainda não leu, clique aqui.
V
ale a pena conhecer!

Depois de 4 dias no Atacama, eu e minha irmã fomos para Santiago, capital do Chile e a maior cidade do país. Está localizada no vale central chileno, ao lado da Cordilheira dos Andes.
Santiago foi fundada pelo conquistador espanhol Pedro de Valdivia, em fevereiro de 1541. O Chile já foi também uma ditadura e teve governo socialista.

Enfim, Santiago é uma cidade ainda “nova” em termos de definições políticas e culturais. A juventude de lá é muito ativa. Adorei a cidade e o clima.
É bem quente também nessa época do ano.

Achamos que valia a pena alugar um apê no Airbnb e não nos arrependemos, porque nosso apê era top com microondas, fogão, academia, chuveiro e cama bons. E saiu o preço de um hostel.
O cara do airbnb, Juan, tem vários apês em Santiago e todos ótimos. Veja aqui. Era próximo do metrô de Santa Lucia.

Ficamos 6 dias no total em Santiago. Eu achei bastante. Você consegue conhecer a cidade em menos dias, mas aproveitamos muito também.
O metrô lá funciona super bem e tem na cidade toda.

Chegamos num sábado e já fomos conhecer o Bairro Yungay e Brasil. Tem MUITA arte de rua nesse local.

A foto principal desse post é de lá também!

Em Santiago, assim como no Atacama, tem MUITOS cachorros na rua. São chamados de quiltros. Eles são muito queridos pela população. Todos cuidam deles.

A comida no Chile vem muito bem servida, então eu e minha irmã dividíamos quase tudo. Quase todos os restaurantes têm pratos executivos, com entrada, prato principal e sobremesa.

No segundo dia, era um domingo, fomos fazer o primeiro tour do Tour 4 Tips. Vale muito a pena!
Tem dois tours por dia, às 10h e às 15h. O local de encontro é o Museu de Belas Artes.

Os guias falam inglês e espanhol e a ideia é que você só pague o que achar justo. Caso o tour tenha sido maravilhoso, você dá uma boa tip ou gorjeta.
Os guias usam camisas listradas tipo Wally. É muito muito legal.

O passeio do primeiro dia era pela La Moneda (palácio do governo), Plaza de Armas e Centro Cultural Gabriela Mistral. Todos os lugares são fodas.

É muito legal porque os guias dão dicas locais. Como, por exemplo, esse sorvete maravilhoso que comemos lá: Emporio La Rosa. Tem em vários cantos da cidade.

Amei demais os prédios lá também. A cidade é linda demais! E as pessoas muito mais fofas que na Argentina.

No segundo dia do Tours 4 Tips fomos no Mercado Central, La Vega e Cemitério. É uma parte mais antiga e pobre da cidade, mas é muito legal conhecer.
Nesse dia, almoçamos no Mercado Central, num restaurante maravilhoso de frutos do mar. Lá, eles têm peixes comuns do Pacífico e vale a pena experimentar. Eles disseram que não vale a pena pedir salmão pelo preço.

Visitamos também o Cerro San Cristóbal. Lá de cima, você vê toda Santiago.
Não dá para esperar o por do sol porque o parque fecha às 20h e lá no verão escurece lá pelas 20h30.

Fomos ainda um dia para Valparaíso, mais conhecida como Valpo, uma cidade próxima de Santiago. Pegamos um ônibus e passamos o dia na cidade.
Assim de cara, ao saltar do ônibus, me assustei. Achei tudo MUITO feio. Mas essa também é uma cidadezinha turística, no entanto os restaurantes, hotéis e bares mais bonitos estão no topo das ruas. Tem que caminhar e subir muita ladeira.

Por fim, fomos para a região de La Providencia e almoçamos numa hamburgueria TOP DEMAIS!

Outro passeio que fizemos e amamos foi a vinícola de Cousino Macul, que fica 40 mins de Santiago.
É 50 doláres o passeio de bike com degustação. Reservamos no Bicicleta Verde.

Author Description

Sem respostas para “chile – parte 2”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos exigidos estão marcados com *


*