balança: amiga ou não?

topo_fitness

Quando eu falo de emagrecimento, logo lembro da balança. Ela pode ser nossa melhor amiga ou maior inimiga nessas horas, né?
Te deixar feliz ou triste em questão de segundos.

Concordam?
Quem também tem uma relação total bipolar com a balança? Tem hora que ama e hora que odeia?

vibe 1
vibe 1
vibe 2
vibe 2

Eu já fiz um post aqui no blog sobre aquele medo que toda mulher tem de subir na balança e enfrentar os números. Releia aqui.
Quando se está num processo de emagrecimento, a balança te ajuda a traçar metas e redefinir seus objetivos. Mas a realidade é que ela não pode virar de forma alguma uma auxiliar pra paranoia.

A balança não pode alimentar a sua neurose, até porque os números da balança nem sempre dizem tudo.
Eu já contei mil vezes aqui que desde 2013 vou na mesma nutricionista. O que eu gosto dela é que me peso semanalmente e vamos reajustando as minhas metas. É exagerado? É bastante, mas eu gosto de ter esse acompanhamento. Me sinto mais confortável e confesso que fico mais controlada!

Eu devo ser parâmetro? Não.
O seu parâmetro é você quem cria. Eu gosto assim. Você pode preferir de outro jeito.

Minha irmã, por exemplo, nem sabe quanto pesa. Sempre foi assim.
Mas tem a percepção pelas roupas. É uma medida boa também. As nossas roupas não mentem.

O negócio é que normalmente fugimos da balança por medo de enfrentar uma situação que já sabemos. Todo mundo sabe quando engordou. Não precisa chancelar com números, mas parece que quando a gente vê tudo fica mais real, né?

Eu sou exageradamente neurótica e luto pra lidar com algumas questões com mais leveza. O peso da balança é um deles. Porque a verdade é que ali não quer dizer muito. Um quilo a mais às vezes pode ser inchaço. Mas é só ver aquele número lá pra virar bicho.

Sendo assim, sempre tive uma questão clara para mim: não deveria ter uma balança em casa. Isso não iria me ajudar e poderia me frustrar.
No entanto, não quero ficar refém da balança da nutri. Quero poder me pesar em casa, antes do banho, se tiver afim.

Aí resolvi ter uma balança. Foda-se.
No fundo, acho que vai me ajudar a controlar a neurose.

Não dá para subir toda hora na balança. É no máximo uma vez por dia, sempre no mesmo horário.
Nosso corpo tem variações durante o dia, então não adianta pirar.

Não sei ainda se ter uma balança em casa foi uma decisão acertada. Só vendo mesmo.
O que vocês pensam sobre isso?

 

 

Author Description

Sem respostas para “balança: amiga ou não?”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos exigidos estão marcados com *


*